Crónicas de um Aprendiz de Aventureiro

Descrição: “Crónicas de um aprendiz de aventureiro” é um livro de 55 páginas profusamente ilustradas com fotografias e documentado com relatos de viagem em tom humorado, que retratam a "morabeza" do povo cabo-verdiano.
O fotografo percorreu os caminhos mais recônditos das ilhas de Santo Antão e São Vicente, em Cabo Verde, num formato de viagem com interessantes apontamentos de aventura. Do contacto próximo com as pessoas e os lugares, resultou esta publicação que pode ser adquirida em formato ebook ou impressão tradicional em papel.

O autor convida a fazer uma pré-visualização do livro

Se quiser falar connosco, para encomendar ou colocar alguma questão, disponha.

(c)Paulo Ferreira Alves

Preço:
. ebook: 1,99€ (Blurb.com)
. Impressão tradicional: 28€ (entrega em mão, com dedicatória, se desejar) ou 39,33€ (Amazon.com)
O leitor diz...

(...) Adorei!!! Muito bem escrito, de leitura muito fácil e super cativante. Escolheste-te expressões certas, que roçam a perfeição dos sentimentos e o que realmente significa para “nós”, Cabo-verde.
Vou levar este texto ao meu pai, que cabo-verdiano como ele só, vai certamente emocionar-se com esta descrição de “nos terra”!

Para mim, Cabo Verde é isto…
… rodando pelas ruas ora asfaltadas, ora empedradas
… no meio dos pescadores …momento bem ilustrativo das atividades e cultura cabo-verdiana
… amontoados restos de cana-de-açúcar, das quais é espremido o néctar doce que inevitavelmente irá resultar num fantástico grogue
… Bananas, cana-de-açúcar, milho, papaia, fruta-pão e um sei lá mais o quê de produtos deliciosos que mãos delicadas conseguem tirar da terra quando há água. E ali há! Não se veem propriamente quedas-de-água, mas há o suficiente para irrigar os terrenos e fazer daquele vale um pedaço de Cabo-efetivamente-Verde.
… na falésia, com vista para o mar e para os terrenos cultivados, numa inclinação que impressiona.
… a Strela
… Desta vez o dia brindava-nos com magníficas escalas de cinzentos
… “ritmo especial”
… A praia de areia branca raiada de cinzento-lava é magnífica
… Vamos ver até que horas durará a música alta que se houve aqui ao lado
… mercado municipal onde se vendem legumes, ervas aromáticas, queijo, peixe e carne secos, bebidas e até folhas de tabaco… mercado do peixe
… Museu do Mar
… pudim de queijo
… O vento sobra quente
… pastéis de milho

(Mónica Costa)

(...) Gostei imenso. O texto está bastante corrido, muito fácil de ler e empolgante. Claro que eu sou suspeita porque estavas a falar de algumas coisas que bem conheço e logo a minha curiosidade à partida já era muita.
(Elenise Rodrigues)

(...) Está muito bom. O senhor está cheio de talentos ocultos
(Rita Dinis)

(...) Gostei do tipo de escrita simples e informal. Gostei das fotos, claro!
(António Campos)

(...) Gostei muito das suas fotografias. Inspiradoras!
(Paulino Dias)